Esportes

Polícia veta, e MP quer que Corinthians ou Palmeiras mude data de treino aberto

Clubes planejam atividades simultâneas no sábado de manhã, véspera de final

Ministério Público de São Paulo irá sugerir que Palmeiras ou Corinthians mude a data dos treinos abertos que planejam para o sábado, véspera da final do Campeonato Paulista. A intenção dos clubes de realizar atividades para torcedores em seus estádios esbarra na Polícia Militar, que vetará os eventos por causa dos riscos à segurança.

O Major Alexandre Vilariço, do 2º Batalhão de Choque, responsável pelo policiamento em eventos esportivos, disse ao GloboEsporte.com que foi consultado pelos dois clubes – o Palmeiras havia prometido protocolar pedido de segurança ainda nesta segunda-feira.

Ele, porém, apontou que não há condições de aprovar a realização dos treinos, previstos para a manhã do sábado.

– São torcidas de grande rivalidade, há uma série de preocupações, como a rede de transporte – afirmou, lembrando que os dois estádios ficam nos extremos de uma mesma linha de metrô, a Linha 3-Vermelha.

– Um dos dois vai ter que ceder, vai ter que mudar o dia – completou.

Essa será a sugestão do Ministério Público. O promotor Paulo Castilho conversará com os presidentes de Corinthians, Palmeiras e da Federação Paulista de Futebol. A intenção é de que um dos dois clubes faça a atividade aberta na sexta-feira.

A decisão do estadual será no domingo, às 16h, no estádio do Palmeiras. Os donos da casa têm vantagem e serão campeões com um empate – venceram o jogo de ida, em Itaquera, por 1 a 0. O Corinthians precisa vencer por dois ou mais gols de diferença. Se devolver a diferença, a definição será nos pênaltis.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios