CIDADESDestaqueEducaçãoEntretenimentoEventosGeralLençóis PaulistaNotícias

Exposições marcam 30 anos de fundação do Museu Histórico e Cultural Alexandre Chitto

O Museu Histórico e Cultural Alexandre Chitto, um dos mais importantes espaços para a preservação da história lençoense completou na segunda-feira, 23, trinta anos de fundação. Para marcar a data, duas exposições foram abertas na noite da terça-feira, 24.

A exposição “Imagens de Nossa Senhora da Piedade” apresenta peças cedidas por famílias lençoenses e marcam os 160 anos de fundação da paróquia, atual Santuário Nossa Senhora da Piedade. A artista plástica e restauradora Ivone Paccola produziu a ambientação das peças que contemplam a exposição.

Já a exposição “30 Anos de História do MAC – Museu Alexandre Chitto” apresenta a trajetória do espaço por meio de fotos ao longo de sua história.

“Tive a ideia de criar um Museu, um presente para Lençóis, capaz de mostrar um acervo expressivo e transmitir às gerações futuras uma verdadeira aula viva de história”, lembrou Alexandre Chitto em texto do livro Folhas Esparsas.

A colaboradora do MAC e filha de Alexandre Chitto, Meire Chitto, recebeu na abertura da exposição uma homenagem entregue pelo prefeito Anderson Prado e o secretário de Cultura, Marcelo Maganha, destacando sua atuação e trabalho desenvolvido ao longo dos 30 anos de fundação do MAC.

Meire Chitto também formalizou, por meio da assinatura de um termo a disponibilização no site da Prefeitura, dos livros escritos por Alexandre Chitto.

Participaram da abertura das exposições os vereadores Francisco de Assis Naves, Diusaléia de Fátima Jacomino Furlan, o capitão PM Juliano Francisco Antônio Xavier, comandante da Quinta Companhia de Polícia Militar e presidente da Defesa Civil, os secretários André Paccola Sasso (Desenvolvimento Econômico), Neusa Maria Carone (Educação), o diretor do IPREM, Antônio Marcos Martins, o provedor do Hospital Nossa Senhora da Piedade, João José Dutra, os artistas plásticos Ivone Paccola e Antônio Marcos da Silva, e a ex-coordenadora de Cultura, Norma Angelina Capoani. O Quarteto de Cordas da Casa da Cultura abriu a exposição, que também contou com alunos de Teatro que apresentaram uma performance na abertura do evento.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios