CIDADESDestaqueGeralLençóis PaulistaNotíciasPolicia

GAECO apura supostas irregularidades com o carro oficial da Câmara de Lençóis

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado, o GAECO, encaminhou no dia 19 de setembro, ao Ministério Público de Lençóis Paulista, uma denúncia que recebeu de um suposto servidor público municipal, referentes a supostas irregularidades que vêem ocorrendo na Câmara Municipal de Lençóis Paulista.

Na denúncia, o suposto servidor, relata sua indignação frente às diferenças salariais entre os servidores da câmara e da prefeitura, onde relata que um agente administrativo do legislativo ganha três vezes mais que um agente administrativo da prefeitura.

No entanto, o foco da denuncia do suposto servidor municipal, foram às atitudes do vereador e presidente do legislativo Manoel dos Santos Silva, o Manezinho do Eco (PSDB).

Na denúncia o suposto servidor acusa Manezinho de fazer uso indevido do carro oficial da Casa de Leis.

Na acusação, o denunciante afirma que Manezinho usa o veiculo oficial para fins partidários, e interesses pessoais, transportando empresários de Lençóis para a cidade de São Paulo, inclusive chegando a transportar um servidor municipal e sua esposa para fins que não sejam de interesse do município. Também na denuncia, o suposto servidor afirma que inclusive o prefeito Anderson Prado de Lima (PSB) e alguns diretores, já pegaram carona no veículo oficial da Câmara, chegando a sugerir esse leva e traz de troca de favores.

O denunciante informou ao GAECO, que inclusive já ouviu de vereadoras, que só o presidente pode viajar. E concluiu a denuncia pedindo para o GAECO apurar as datas de viagens a São Paulo do presidente, com o lançamento de candidaturas para as eleições de 2018, citando inclusive o lançamento da candidatura do candidato ao governo do Estado de São Paulo, João Dória, que também é da mesma sigla partidária de Manezinho, o PSDB.

O promotor de justiça Neander Antônio Sanches, do Ministério Público de Lençóis Paulista, após receber a denuncia através do Gaeco, está agora notificando os envolvidos para prestarem esclarecimentos dos fatos. O portal GuiaLP e o jornal Atitude seguirá acompanhando o caso. Aguardem.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios