Brasil

Eleitores de Bolsonaro preferem Michelle a Tarcísio para enfrentar Lula



De acordo com a primeira pesquisa da Genial/Quaest sobre as eleições de 2026, 41% dos eleitores que votaram no ex-presidente Jair Bolsonaro em 2022 preferem a ex-primeira-dama, Michelle Bolsonaro (PL), para enfrentar o presidente Lula (PT) em 2026.

Em segundo lugar na lista de preferência do eleitorado de Bolsonaro aparece o nome do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), com 33%.

Michelle também tem a preferência do público geral. Para 28% dos entrevistados a ex-primeira-dama se sairia melhor enfrentando Lula em 2026. Tarcísio aparece novamente em segundo lugar com 24% da preferência.

A mesma pesquisa mostrou que 55% dos brasileiros acham que o presidente Lula (PT) não merece ser reeleito. Para 42%, Lula merece uma nova chance. Apesar do resultado, o petista lidera o ranking de intenções de voto com 47% da preferência.

Em segundo lugar na preferência de voto aparece o nome do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) com 39%. Outros 54% dos entrevistados disseram que não votariam no ex-presidente. Atualmente, Bolsonaro está inelegível por determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Além de Lula, outros nomes do PT apareceram no levantamento. O atual ministro da Fazenda, Fernando Haddad, aparece com 32% das intenções de voto, empatado tecnicamente com a ex-primeira-dama, Michelle Bolsonaro (PL), que registrou 33% das intenções de voto do público geral.

A presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), aparece com 10% das intenções de voto. Outros 34% disseram que não votariam na petista e 53% disseram que não conhecem a parlamentar.

Os governadores Tarcísio de Freitas (São Paulo), Ratinho Júnior (Paraná), Romeu Zema (Minas Gerais) e Ronaldo Caiado (Goiás) aparecem, respectivamente, com as seguintes intenções de votos: 28%, 21%,16% e 12%.

Os pesquisadores ouviram presencialmente 2045 pessoas, com 16 anos de idade ou mais, entre os dias 2 e 6 de maio. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.



Source link

Artigos relacionados

Pimenta afirma que PT foi fundamental para a eleição de Leite no RS

Paulo Pimenta procurou minimizar divergências entre o governo federal e o do...

Mesmo sem pandemia, Lula tem déficit quase tão alto quanto da Covid-19

O déficit nominal do Brasil está quase tão alto quando o do...

Ida de Tarcísio para o PL pode influenciar sucessão na presidência da Câmara

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), teria dito ao...

Proposta quer restringir investimentos estrangeiros em ONGs no Brasil

Pelo menos seis projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional querem...