Brasil

Governo pagou R$ 539 milhões em emendas ao RS em 3 dias


Após tragédia no RS, governo paga emendas parlamentares para municípios
Após tragédia no RS, governo federal paga emendas parlamentares para municípios gaúchos| Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

Após os desastres ocasionados pelas cheias no Rio Grande do Sul, o governo federal passou a liberar o pagamento de emendas parlamentares que já estavam destinadas aos municípios desde fevereiro e março. Em três dias, foram pagos R$ 539.136.180,00 em recursos destinados por deputados, senadores e pela bancada gaúcha.

Do valor total, a maior parte dos recursos é para a área da saúde. São R$ 503 milhões divididos entre a atenção básica e a assistência hospitalar e ambulatorial. Os pagamentos de emendas relacionadas à agricultura somam R$ 28 milhões. Houve ainda a liberação de R$ 7 milhões para assistência social.

Dentre os municípios que mais receberam recursos estão a capital gaúcha, uma das mais afetadas pelas enchentes. Porto Alegre recebeu em três dias R$ 177 milhões. O segundo município que mais recebeu recursos foi Caxias do Sul, com R$ 23 milhões.

De acordo com o levantamento feito pela Gazeta do Povo, com base nos dados de pagamentos dos dias 3, 6 e 7 de maio do Siga Brasil, a cidade de Lajeado já recebeu R$ 7,3 milhões, enquanto Estrela obteve o repasse de R$ 4 milhões e Canoas foi beneficiado com R$ 1,9 milhões.

De acordo com a lista, 457 municípios receberam pagamentos nos últimos dias. No entanto, o número de municípios atingidos, de acordo com o mais recente boletim da Defesa Civil do estado, é de 428 municípios. Desses, 336 já tiveram o estado de calamidade pública decretado pelo governo federal, em razão das enchentes.

A maior parte dos recursos das emendas foi destinada aos municípios pela bancada gaúcha. Foram R$ 142 milhões destinados em conjunto pelos deputados e senadores do estado. Individualmente, o senador Paulo Paim (PT-RS) foi o que mais conseguiu efetivar pagamentos de suas emendas nestes últimos dias, alcançando a marca de R$ 23 milhões. Depois dele, sete deputados de diversos partidos conseguiram liberar valores na casa dos R$ 18 milhões cada.



Source link

Artigos relacionados

Pimenta afirma que PT foi fundamental para a eleição de Leite no RS

Paulo Pimenta procurou minimizar divergências entre o governo federal e o do...

Mesmo sem pandemia, Lula tem déficit quase tão alto quanto da Covid-19

O déficit nominal do Brasil está quase tão alto quando o do...

Ida de Tarcísio para o PL pode influenciar sucessão na presidência da Câmara

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), teria dito ao...

Proposta quer restringir investimentos estrangeiros em ONGs no Brasil

Pelo menos seis projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional querem...