Brasil

Indígenas cobram demarcações e bloqueiam entrada do Palácio do Planalto



Aproximadamente 30 indígenas da etnia pataxó bloquearam a entrada de veículos no Palácio do Planalto na manhã desta terça (14), em Brasília, em protesto pedindo a demarcação de terras no país. Eles cobraram uma audiência com os ministros da Casa Civil, Rui Costa, e da Secretaria-Geral da Presidência, Márcio Macêdo, para discutir as demandas.

Durante o protesto, os indígenas da Federação Indígena das Nações Pataxó e Tupinambá do Extremo Sul da Bahia (Finpat) estenderam faixas com apelos para que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) avance com as demarcações e contra a lei 14.701/2023, conhecida como marco temporal.

A Polícia Militar fez a segurança do grupo no Eixo Monumental, enquanto que agentes do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) protegeram a área interna do Palácio.

A Gazeta do Povo entrou em contato com a Casa Civil e aguarda retorno.

Suyá, representante do território Água Doce, na Bahia, lamentou a falta de diálogo com os ministros e criticou o policiamento no protesto. “Queremos sentar com Rui Costa para que ele venha sentar com nosso povo para fazer as homologações [de terras indígenas] e melhorar muitas coisas, especialmente da segurança. Toda vez que a gente vem aqui, recebemos uma porta na cara. Isso não é justo”, disse em entrevista ao Poder 360.

Enquanto os indígenas exigem a demarcação de
terras, a discussão sobre o marco temporal voltará em breve ao plenário do
Supremo Tribunal Federal (STF). O presidente da Corte, Luís Roberto Barroso,
destacou o tema após uma decisão do ministro Gilmar Mendes, relator do caso,
que suspendeu todos os processos relacionados à legislação.

A tese defendida por produtores rurais estabelece
que os indígenas só teriam direito às terras que estavam em sua posse até 5 de
outubro de 1988, data da promulgação da Constituição Federal, ou que estavam em
disputa judicial naquela época.

No final de abril, Lula se encontrou com líderes indígenas de todo o país durante o Acampamento Terra Livre, em Brasília. Na ocasião, o presidente reiterou o compromisso com a causa indígena, prometendo trabalhar pela demarcação de terras.



Source link

Artigos relacionados

Pimenta afirma que PT foi fundamental para a eleição de Leite no RS

Paulo Pimenta procurou minimizar divergências entre o governo federal e o do...

Mesmo sem pandemia, Lula tem déficit quase tão alto quanto da Covid-19

O déficit nominal do Brasil está quase tão alto quando o do...

Ida de Tarcísio para o PL pode influenciar sucessão na presidência da Câmara

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), teria dito ao...

Proposta quer restringir investimentos estrangeiros em ONGs no Brasil

Pelo menos seis projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional querem...