Brasil

Lira reage ao STF e cria comissão para analisar PEC das drogas


Lira reage ao STF e instala comissão para analisar PEC das drogas na Câmara
Após decisão do STF, Lira determinou a instalação de uma comissão especial para analisar a PEC das drogas na Câmara.| Foto: Marina Ramos/Câmara dos Deputados.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), instalou nesta terça-feira (25) uma comissão especial para analisar a PEC das drogas. A determinação foi assinada no dia 17, mas só foi divulgada pela Câmara após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir pela descriminalização do porte de maconha para uso pessoal.

A proposta de emenda à Constituição 45/2023 criminaliza a posse e o porte de qualquer quantidade de droga. O texto já foi aprovado pelo Senado em abril deste ano. No último dia 12, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou a PEC.

A comissão especial será formada por 34 membros titulares e 34 suplentes, que ainda precisam ser designados pelos líderes partidários. Lira está em Portugal para participar do evento jurídico promovido pelo ministro Gilmar Mendes.

O colegiado deve começar a analisar o projeto após o recesso parlamentar, que começa no dia 18 de julho. Nesta semana, o Congresso está esvaziado em razão das festas de São João.

O regimento interno da Câmara determina que a comissão especial pode votar o texto após 10 sessões plenárias. Caso a PEC seja aprovada pelo colegiado, pode ser encaminhada para votação no plenário da Casa.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), foi o primeiro signatário da proposta em análise no Congresso. A PEC é vista como uma reação dos parlamentares ao julgamento do Supremo sobre o tema. Mais cedo, Pacheco criticou a decisão do STF.

“Eu discordo da decisão do Supremo Tribunal Federal… Há uma lógica jurídica e racional que, na minha opinião, não pode ser tomada por uma decisão judicial, invadindo a competência técnica, que é da Anvisa, e a competência legislativa, que é do Congresso Nacional”, afirmou o senador.



Source link

Artigos relacionados

Ministro de Lula diz que empresariado não dá bons salários

O ministro Luiz Marinho, do Trabalho e Emprego, diz que a melhoria...

Sem Bolsonaro, PL confirma candidatura de Ramagem no Rio

O deputado federal Alexandre Ramagem foi confirmado nesta segunda-feira (22) como pré-candidato...

Moraes diz que empresas contribuem para “insegurança jurídica”

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes afirmou nesta...

Justiça condenado empresário que hostilizou Zanin em aeroporto

A 6ª Vara Criminal de Brasília condenou nesta segunda-feira (22) o empresário...