Brasil

Lula diz que pode tentar reeleição para “impedir que trogloditas voltem”



O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse que pode disputar a reeleição em 2026 para “impedir que os trogloditas voltem a governar”. Ele terá 80 anos e afirmou que a candidatura vai depender do seu estado de saúde e da conjuntura política que o país estiver no período.

Lula tem evitado comentar claramente sobre a possibilidade de tentar um quarto mandato à frente do governo, mas o PT já dá como certa a candidatura à reeleição. Desde o ano passado, o partido tem orientado seus filiados a se engajarem principalmente na eleição municipal deste ano para montar uma base de apoio na próxima disputa presidencial.

Apesar da idade já avançada, Lula disse que estará “no auge” da vida, mas que não quer discutir reeleição agora. O foco, diz, é cumprir o que prometeu na campanha neste um ano e meio que ainda tem de mandato.

“Tem muita gente boa que pode ser candidato. Mas, se for necessário ser candidato para impedir que os trogloditas voltem a governar, pode ter certeza que meus 80 anos vão virar 40 para enfrentá-los”, disse o presidente em entrevista à rádio CBN nesta terça (18).

Lula emendou dizendo que não irá “permitir que esse país volte a ser governado por um fascista e negacionista”. A fala ocorreu pouco depois de atacar o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) que, afirma, teria destruído todas as políticas públicas que implantou desde que deixou a presidência em 2010.

“Pegamos esse país destruído como se fosse a Faixa de Gaza, com todas as políticas públicas destruídas”, disparou.

Ele disse que já implantou um volume de políticas públicas em 16 meses de governo mais do que ao longo dos 8 anos em que esteve à frente da presidência anteriormente. E afirmou, ainda, que a situação pós-Bolsonaro é “muito pior” do que pós-FHC, em 2023.

Para Lula, Bolsonaro entregou o governo nas mãos do ex-ministro Paulo Guedes (Economia) e ao Congresso, que criou o “orçamento secreto” para fazer os próprios investimentos – do tamanho do orçamento do Executivo, e que isso dificulda a governabilidade.

“No governo B… é que estão pedindo para eu não citar o nome do governo anterior. Na verdade, como ele não governou o país, porque ele governou uma indústria de mentiras, de fake news, ele deixou o Guedes fazer o que quisesse na economia e o Congresso o que quisesse. Não se preocupava com o orçamento, então o Congresso se apoderou e criou o ‘orçamento secreto’, que era a mesma quantidade de dinheiro que o governo tinha para fazer investimento o Congresso tem de emenda”, afirmou.

“A verdade nua e crua é que, depois da experiência do governo passado, o Congresso se empoderou demais, e o Poder Executivo tem ficado fragilizado na arte de exercer o orçamento da União”, completou Lula.



Source link

Artigos relacionados

Ministro de Lula diz que empresariado não dá bons salários

O ministro Luiz Marinho, do Trabalho e Emprego, diz que a melhoria...

Sem Bolsonaro, PL confirma candidatura de Ramagem no Rio

O deputado federal Alexandre Ramagem foi confirmado nesta segunda-feira (22) como pré-candidato...

Moraes diz que empresas contribuem para “insegurança jurídica”

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes afirmou nesta...

Justiça condenado empresário que hostilizou Zanin em aeroporto

A 6ª Vara Criminal de Brasília condenou nesta segunda-feira (22) o empresário...