Brasil

Nova projeção aponta cheia ainda maior do Guaíba em Porto Alegre



Uma nova projeção da Universidade Federal do Rio
Grande do Sul (UFRGS) divulgada na tarde deste domingo (12) aponta que o Lago
Guaíba – que banha Porto Alegre – pode ter um repique e transbordar novamente acima
do pico registrado na semana passada.

A projeção aponta que a cheia pode chegar aos 5,50 metros entre segunda (13) e terça (14), por conta das chuvas que atingem o estado neste final de semana. Um pouco mais cedo, a Climatempo apontou a possibilidade de uma precipitação de mais de 100 milímetros ao longo do dia, com elevação nos níveis dos rios Taquari, Caí e dos Sinos, que deságuam no Guaíba.

“Todos os cenários de previsão reafirmam cheia duradoura e confirmam o repique da cheia com nova elevação de níveis para acima de 5 m. O valor do nível máximo a ser atingido entre segunda e terça-feira depende de ocorrência das chuvas adicionais previstas e vento sul forte, podendo alcançar em torno de 5,5 m”, diz a UFRGS na previsão (veja na íntegra).

O agravamento da situação por conta do vento sul ocorre por conta da direção das rajadas, contrárias ao escoamento da água para o mar pela Lagoa dos Patos – onde o Guaíba deságua – e para o canal ao oceano nas cidades de Pelotas e Rio Grande.

O pico de cheia do Guaíba registrado nas últimas semanas chegou aos 5,30 metros no último domingo (5), e chegou a baixar ao longo da semana para 4,56 no sábado (11). Neste domingo (12), o nível já subiu 10 cm, informa a universidade.

No começo da tarde, a prefeitura de Canoas, na Grande Porto Alegre, divulgou um comunicado determinando a saída de moradores de vários bairros já atingidos pelas cheias e que podem sofrer com o aumento do nível do Guaíba.

“Áreas já afetadas, como os bairros Rio Branco, Fátima, Harmonia, Mato Grande, Mathias Velho e São Luís, ainda podem sofrer consequências. Por isso, as pessoas que já evacuaram suas casas DEVEM permanecer em locais seguros”, afirmou.

A UFRGS afirma que “a resposta com subida para níveis elevados é observada no Taquari, Caí, Sinos e Jacuí. Previsão de mais de 100 mm em ampla faixa na metade norte do RS cobrindo estas bacias, principalmente nas próximas 24 h. Previsão de vento sul mais intenso podendo chegar a 50 km/h na lagoa dos patos na segunda e terça-feira”.

O meteorologista Cesar Soares afirmou, mais
cedo, que a situação no Rio Grande do Sul é “extremamente preocupante” e que a
situação deve começar a ser amenizada apenas a partir de terça (14).

“Estamos em perigo extremo, em uma condição
ainda do escoamento da água [sofrendo interferência] com o vento contrário que
garante um represamento das águas tanto na região do Guaíba como na Lagoa dos
Patos, algo extremamente preocupante”, pontuou.

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de
Desastres (Cemaden) emitiu, no sábado (11), um alerta de risco “muito alto”
para o Rio Grande do Sul ao longo deste domingo (12) para ameaça de inundações,
alagamentos, deslizamentos de terra e desabamento.

O aviso abrange regiões como o Noroeste,
Centro-Ocidental, Nordeste, Sudeste, Sudoeste Rio-Grandense e a metropolitana
de Porto Alegre.

“O solo já está bastante umedecido pela chuva
que aconteceu no início do mês, e agora uma chuva que permanece nas próximas
horas pelo menos até segunda (13) e traz uma condição mais favorável aos
deslizamentos de terra nas regiões de serra e montanhosas, como no Oeste e
Sul”, pontuou Soares.

O meteorologista afirma que a condição de chuva
vista no Rio Grande do Sul impressiona até eles mesmos, de um volume de 600
milímetros caindo em uma semana – “uma chuva exorbitante”.

O boletim da Defesa Civil do Rio Grande do Sul
divulgado no começo da tarde deste domingo (12) aponta que 143 pessoas morreram
e 806 estão feridas por causa das chuvas e das enchentes. Ao todo, 2,1 milhões
de pessoas foram afetadas em 446 municípios.

As chuvas deixaram 618 mil pessoas fora de casa, sendo 81 mil em abrigos e 537 mil nas casas de amigos e parentes. Ainda há 131 desaparecidos. Segundo o órgão, 76,3 mil pessoas já foram resgatadas.



Source link

Artigos relacionados

Pimenta afirma que PT foi fundamental para a eleição de Leite no RS

Paulo Pimenta procurou minimizar divergências entre o governo federal e o do...

Mesmo sem pandemia, Lula tem déficit quase tão alto quanto da Covid-19

O déficit nominal do Brasil está quase tão alto quando o do...

Ida de Tarcísio para o PL pode influenciar sucessão na presidência da Câmara

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), teria dito ao...

Proposta quer restringir investimentos estrangeiros em ONGs no Brasil

Pelo menos seis projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional querem...